Porto: balanço 1T20 tem resultado operacional 52% superior ao registrado no mesmo período de 2019

A Porto Seguro demonstrou, mais uma vez, resiliência para enfrentar períodos desafiadores como o cenário do primeiro trimestre de 2020. Ainda que impactada pelo desempenho dos investimentos em renda variável, decorrente dos efeitos da pandemia do Covid-19 na economia global, a companhia registrou um aumento significativo do resultado operacional, (+52,0% vs. 1T19), em virtude da melhora na operação de Seguros e da expansão relevante dos Negócios Financeiros e Serviços. A diversificação dos negócios tem desempenhado papel relevante para sustentar o crescimento e mitigar os riscos da companhia.

Os prêmios de seguros (excluindo DPVAT) encerraram o trimestre com uma evolução de 2,3% em comparação ao mesmo período anterior, alavancados pelo forte desempenho dos seguros de Saúde (+19,6%), Vida (+12,3%) e Riscos Financeiros (+29,6%), além da contribuição resultante do aumento dos prêmios do Patrimonial (+5,6%). O seguro Auto, por sua vez, recuou 2,8% justificado principalmente pela intensificação do ambiente competitivo.

O índice combinado de seguros atingiu 94,1% no 1T20, uma melhora de 1,1 p.p. em comparação com o 1T19, decorrente da melhora nos índices de sinistralidade, despesas administrativas e operacionais. O índice de despesas administrativas e operacionais trimestral recuou 0,5 p.p. em relação ao mesmo período do ano anterior. O patamar atual representa o melhor índice para um primeiro trimestre em mais de 10 anos, resultado da realização de investimentos em tecnologia combinados com o foco em melhorias e automatização de processos. A sinistralidade total recuou 1,5 p.p., explicado principalmente pela melhora de 1,9 p.p. na sinistralidade do Auto, beneficiada pela redução das frequências de sinistros.

Nos Negócios Financeiros e Serviços, as receitas trimestrais cresceram 15,4% (vs. 1T19), enquanto o aumento das despesas foi de 2,0% no período. Esse desempenho é explicado tanto pela consistência dos Negócios Financeiros quanto pela melhora de Serviços, alinhados à estratégia de diversificação dos negócios adotada pela Empresa.

As aplicações financeiras foram impactadas pela queda no preço dos ativos de renda variável, reflexo de uma das maiores e mais rápidas quedas na história da bolsa, afetada pelos efeitos decorrentes da pandemia Covid-19. Ainda assim, mesmo com o retorno negativo das alocações em ações, o resultado das aplicações (excluindo  Previdência) foi positivo em R$ 23,5 milhões, correspondendo a um retorno de 0,3% (29,3% do CDI). O resultado financeiro total foi R$ -1,5 milhão no trimestre.

O lucro líquido atingiu R$ 228 milhões no trimestre (-23,8% vs. 1T19) resultando num ROAE de 12,3 no período. Excluindo o efeito do excesso de capital e considerando uma remuneração de 100% do CDI para os investimentos, a rentabilidade dos negócios da Empresa seria de 19,4% no trimestre.

A Porto Seguro compreende e ressalta o seu papel em promover ações que possam contribuir com a sociedade diante dos desafios associados à crise atual. Nesse sentido, diversas iniciativas estão sendo adotadas para apoiar seus stakeholders e a sociedade em geral, tais como proteção dos colaboradores através de ações de isolamento social, com cerca de 95% dos funcionários trabalhando em regime de home office e comprometimento público em não demitir por causa da crise; complementação da renda dos prestadores de serviços através do adiantamento de pagamento de serviços; abertura e ampliação de linhas de crédito para corretores, comerciantes no entorno de seu complexo matriz e clientes; prorrogação do vencimento de parcelas de seguros, empréstimos e financiamentos para seus clientes; fornecimento de suprimentos e equipamentos para redes hospitalares; intensificação no apoio a pessoas carentes; doação de alimentos a entidades assistenciais, entre outras.

A empresa está bem posicionada para enfrentar este momento desafiador, com base no seu elevado nível de caixa e margem de solvência, e segue confiante na solidez do seu modelo de negócios, com a certeza de sair da crise atual mantendo a robustez de suas operações e bem posicionada para seguir em sua trajetória de crescimento e de entrega de resultados consistentes.

Principais destaques 1T20 Receita Total: 4,5 bilhões (+3,7% vs. 1T19) Prêmios Emitidos: R$ 3,7 bilhões (+2,3% vs. 1T19) Receita Negócios Financeiros e Serviços: R$ 715 milhões (+15,4% vs. 1T19) Resultado Financeiro: R$ -1,5 milhão (-100,6% vs. 1T19) Índice Combinado: 94,1% (-1,1 p.p. vs. 1T19) Lucro Líquido: R$ 228 milhões (-23,8% vs. 1T19)



Com informação suas decisões são mais seguras.
Agência Seg News @2019 Todos os direitos reservados

Rua Fritz Muller, 140 - São Paulo-SP Cep 02634-080 

WhatsApp: 95794-6570