Pier torna-se a primeira seguradora digital do Brasil

Susep aprova a documentação da Pier no programa Sandbox e a partir de agora insurtech passa a subscrever riscos de seus clientes. A Pier, insurtech líder na América Latina, acaba de se tornar a primeira Seguradora Digital pelo Sandbox Regulatório, programa criado pela Superintendência de Seguros Privados -Susep - para levar modernização, tecnologias disruptivas e inteligência de dados para o mercado brasileiro de seguros.

“Estamos muito felizes e realizados com esse marco de primeira seguradora digital do Brasil. Trabalhamos duro para finalizar a documentação exigida pelo Sandbox Regulatório com rapidez e deu certo. Agora vamos ter muito mais agilidade e autonomia para inovar ainda mais no mercado de seguros. O consumidor é o grande beneficiado em muitos sentidos, com a melhoria e criação de novos serviços disruptivos e, além disso, o investimento em desenvolvimento tecnológico para restituir sinistros em segundos”, declara Igor Mascarenhas, CEO e cofundador da empresa.

Bárbara Possignolo, advogada responsável pelo jurídico da Pier, explica que “a diferença é que a Pier, antes, precisava de uma seguradora tradicional para subscrever seus riscos, atuando como parceira para ofertar seus seguros, e agora, como seguradora digital, há autonomia e aumento do potencial de crescimento, facilitando o desenvolvimento de novos produtos e de novos mercados de atuação”, explica.

Em novembro a Pier recebeu uma rodada de investimento no valor de US$ 14,5 milhões, liderada pela Monashees e com a participação de outros investidores fundos importantes como Canary, Mercado Livre (por meio do MELI Fund) e BTG Pactual (por meio do boostLAB). O investimento mudou rapidamente a expansão do produto para Seguro Auto Pier, que era vendido em São Paulo e Minas Gerais e, mesmo antes de se tornar a primeira seguradora digital, a empresa passou a atuar em toda a região centro-oeste, região nordeste e sul. No sudeste, também inseriu o Estado do Espírito Santo. “Agora como seguradora digital, queremos expandir o Seguro Auto para todo o Brasil”, afirma o cofundador.

“O mesmo acontecerá com o seguro Pier para Smartphones. Temos uma fila de espera de 100 mil pessoas para a área de celular. Agora estamos investindo no time e na estrutura, além de estarmos abrindo para cobertura de marcas novas. Já atendemos Apple, Samsung, Motorola e vamos abrir novas linhas. Somos pioneiros na cobertura de furto simples e de celulares que foram comprados fora do país”, explica Mascarenhas.

A comunidade segurada pela Pier hoje é de mais de 20 mil clientes de seguro de celular e auto. A empresa já pagou de R$ 5,6 milhões em sinistros, tendo registrado um recorde em liquidar um sinistro em apenas 38 segundos, para celular e 24h para sinistro auto - algo inédito no mercado de seguros.

Outro forte da Pier é a tecnologia. A insurtech utiliza inteligência artificial para levar uma experiência única aos usuários, conquistou consumidores apaixonados ao longo de seus dois anos de atuação e ficou conhecida pela contratação mais fácil e os reembolsos mais rápidos do mercado.

“Somos uma empresa orientada a dados e temos uma tecnologia robusta antifraude. O processo de Underwriting, usando tecnologia, permite a análise de 6 mil variáveis (enquanto que normalmente, uma seguradora tradicional analisa 20), de cada cliente e a preços competitivos. A Pier possui planos flexíveis para contratações em períodos específicos e sem carência”, enfatisa.


Sobre a Pier


Lançada em 2018, a Pier foi aprovada como seguradora digital pela Susep por meio do programa Sandbox. A empresa oferta seguro por assinatura mensal para celular e auto, de forma descomplicada, rápida e transparente. A contratação é feita pelo próprio cliente, sem intermediários, 100% online e com planos flexíveis, que permitem contratar serviços para o período desejado. Não há carência e nem franquia para o momento de roubo ou furto. A empresa que usa inteligência artificial, tem o processo de contratação mais fácil e o pagamento de reembolsos mais rápido do mercado. Atualmente, o recorde de pagamento é de 38 segundos após o envio da documentação. A Pier já pagou mais de 5,6 milhões em reembolso de celulares.



Foto: Igor Mascarenhas, CEO e cofundador da empresa.

Com informação suas decisões são mais seguras.
Agência Seg News @2019 Todos os direitos reservados

Rua Fritz Muller, 140 - São Paulo-SP Cep 02634-080 

WhatsApp: (11)934157357