Mercado mantém, em janeiro, a confiança no crescimento

Pesquisa divulgada pela FENACOR indica que, em janeiro, o Índice de Confiança do Setor de Seguros (ICSS) se manteve em alta, pelo segundo mês consecutivo, atingindo 108,5.

Esse é o maior percentual apurado desde outubro do ano passado, quando chegou a 110,2.

Realizado pela Rating de Seguros Consultoria, por encomenda da FENACOR, o ICSS é um indicador mensal que mede a confiança do setor de seguros no Brasil.

Esse indicador é o resultado da média de três variáveis utilizadas na pesquisa: o ICES (Índice de Confiança e Expectativas das Seguradoras); o ICER (Índice de Confiança e Expectativas das Resseguradoras); e o ICGC (Índice de Confiança das Grandes Corretoras).

No seu cálculo, o indicador leva em conta aspectos referentes à economia brasileira, ao faturamento e à rentabilidade de cada um dos setores citados.

A partir dessas informações, e após cálculos estatísticos, é definido esse índice, cujo valor varia de 0 a 200. O número 100, que divide o índice ao meio, sinaliza que a expectativa atual é que a situação permaneça a mesma no futuro. Por outro lado, quanto maior esse valor, mais otimista está o segmento; e vice-versa.

Em janeiro, o índice com maior evolução foi o que mede a confiança das Seguradoras, que chegou a 109,2, o que representou um avanço de 5,1 pontos em relação ao mês anterior.

O ICGC também indicou um aumento da confiança dos Corretores de Seguros, chegando a 110,2, com avanço de 3,3 pontos em comparação a dezembro de 2021.

PESQUISA. Em todos os finais de mês são enviadas perguntas simples, de múltipla escolha, em que as empresas dizem sobre o que esperam que aconteça nos próximos seis meses, com relação a algumas variáveis relevantes do setor.

Ao todo, aproximadamente 100 companhias são entrevistadas em cada oportunidade.

Embora todas as perguntas sejam de caráter institucional, as respostas não são divulgadas individualmente.