Livro Mulheres no Seguro: Andrea Mathias destaca comunicação para alcançar objetivos

Especialista em Marketing de serviços no setor de seguros, ela demonstra que persistência no alvo e clareza nas palavras ajudam a crescer profissionalmente - A história profissional e pessoal da executiva Andrea Mathias, publicitária que atualmente responde pelo Marketing da THB Brasil, está contada em um capítulo do livro Mulheres no Seguro, que será lançado pela editora Leader no dia 25 de novembro. Intitulado “Comunique-se!”, o capítulo destaca a importância da verbalização nas carreiras, que foi fundamental para seu crescimento no setor – Andrea passou pelas seguradoras QBE, Berkley e Chubb, nesta iniciou sua atuação e permaneceu por 15 anos, indo de estagiária à gerência. “Acredito muito em plano de carreira, por isso fiquei tanto tempo em uma empresa, e tudo o que eu consegui foi pedindo, negociando, entendendo, indo atrás”, explica Andrea. “A comunicação é muito importante, você precisa expor seu desejo para alcançar: se você quer algo, fale; se quer tentar galgar outro cargo exponha sua vontade e entenda como chegar lá”. Em uma passagem ela cita o desafio de ter ficado fora do mercado por seis meses. “Era um ano de crise e falei com o mercado de seguros inteiro, dessa forma, com minha comunicação, consegui o que queria. Tudo o que eu tenho conquistado – e ainda tenho uma longa jornada – é porque eu falo, eu vou atrás, não tenho vergonha de pedir, claro que utilizando bom senso para encontrar o momento mais oportuno”.

Em sua história, seja no trabalho ou em diversos outros momentos, Andrea Mathias percebe a importância das relações com as pessoas. “Meus relacionamentos interpessoais são muito bons e realmente preservo e valorizo isso. Tenho amizades muito antigas, tanto no campo pessoal como no profissional, que são sinceras e verdadeiras, sou muito grata por ter encontrados pessoas boas e que permanecem comigo. Muitos me questionam como consigo conciliar a vida profissional atribulada, a pessoal também intensa e ainda dar atenção para todos ao redor, mas isso é uma característica minha, tento me dedicar sem esperar retorno, gosto desta doação, mesmo que às vezes seja bem cansativo, por outro lado é muito revigorante”.

Dea, como é conhecida entre os amigos, acredita que o empoderamento feminino chegou com força. “Executivas estão cada vez mais assumindo postos que, no passado, o processo de seleção já determinava que seriam ocupados por homens. Isso vem acontecendo de forma natural, pois as mulheres também têm preparo e capacidade para assumir novas responsabilidades, mesmo exercendo as atividades de donas de casa e mães”.

Para ela, independentemente de seu cargo, é preciso liderar a sua vida e os seus objetivos buscando sempre deixar um legado com mensagens positivas. “Comunique-se muito, com clareza, transparência e gentileza!”, aconselha.


Mulheres do Seguro


O livro “Mulheres no Seguro” será lançado pela Leader no dia 25 de novembro, às 19 horas, pelo canal da editora no YouTube. A obra, indo além da história do seguro, chama atenção para outra questão que precisa ser discutida: a equidade de gênero. Com 30 depoimentos femininos, apresentando o perfil de executivas que atuam neste setor, nas principais cidades brasileiras, o livro promove amplo debate sobre o assunto. As 30 coautoras são: Regina Lacerda, Alessandra Monteiro, Andrea Mathias, Camila Davoglio, Carolina Vieira, Daniela Paschoal, Ellen Oliveira, Enir Junker, Eva Vazquez, Fabiana Resende, Francesca Bianco, Gisele Christo, Graziella Castilho, Guadalupe de Andrade, Isabel Alves Azevedo, Isabel Barbosa, Liliana Caldeira, Linda Bessa, Margo Black, Patrícia Campos, Paula Lopes, Rosana Techima, Rossana Costa, Simone Cristina Fávaro, Simone Ramos, Simone Vizani, Solange Guimarães, Stephanie Zalcman, Vanessa Capua e Vanessa Rocha.


Black Friday pode facilitar ataques como sequestro de dados, alerta FS Security


Especialista dá dicas para lojistas e consumidores aproveitarem a data de forma tranquila. FS Security vai liberar dois meses de gratuidade de uma licença do aplicativo HERO. Aplicativo Ensina by FS também terá desconto de mais de 40% para a Black Friday. A origem da Black Friday nos Estados Unidos remete aos anos 60. Mas, no Brasil, só chegou em 2010. Se naquela época foi algo totalmente online e com cerca de 50 lojas participantes, a data ganhou força exponencial e atualmente engloba milhares de lojas físicas e virtuais, se tornando uma das principais datas do varejo no ano.

Isso se reflete também em um terreno fértil para ataques virtuais. E neste ano totalmente atípico, as oportunidades de compras e vendas online crescem de mãos dadas com as chances de ciberataques. A FS Security, empresa líder em tecnologia e segurança digital, alerta lojistas e consumidores para os cuidados necessários neste período.

"Um risco muito grande para qualquer empresa nesta época é o sequestro de dados. Isso acontece quando algum computador, ou um conjunto deles, é infectado por um ransomware. Ele para o sistema de uma forma que só pode ser decodificado mediante uma senha. E o ladrão pede dinheiro por isso", alerta Marcus Garcia, vice-presidente de produtos da FS Security. "Isso impacta o negócio do lojista de forma irreparável. Imagina a quantidade de negócios perdidos que ele pode ter se não se preparar antes?", questiona.

Para isso, Marcus sugere que o sistema esteja sempre com o máximo de segurança possível. Inclusive com a testagem de invasão por empresas contratadas. "Esse tipo de serviço vai mostrar se o site tem algum tipo de porta, software desatualizado ou código com alguma falha de segurança. O que é muito comum", diz. "Esse cuidado com o sequestro de dados também tem que estar com os funcionários, ainda mais em tempos de home office. Se um deles é atacado, pode afetar toda a empresa", completa.

Mas os cuidados com a segurança digital na Black Friday não se resumem aos lojistas. Os consumidores também precisam ter uma atenção redobrada neste período. "Existem muitos sites falsos que são praticamente idênticos aos originais, com pequenas diferenças que passam despercebidas. Eles roubam os dados do usuário. Para as compras, se usar o boleto, verifique se o nome que consta nos dados bancários é o da loja que você comprou. Mas nada disso adianta se a pessoa não tiver uma ferramenta de segurança digital instalada, de fabricante conhecido e confiável no mercado", diz.



Com informação suas decisões são mais seguras.
Agência Seg News @2019 Todos os direitos reservados

Rua Fritz Muller, 140 - São Paulo-SP Cep 02634-080 

WhatsApp: 95794-6570