CCS-RJ promove debate sobre medidas da Susep que preocupam corretores de seguros

Com audiência de cerca de 200 corretores de seguros de todo o Brasil, a segunda LIVE CONNECTION, promovida pelo Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro (CCS-RJ) e pela Educa Seguros, contou com o esclarecimento de questões essenciais para a atuação da categoria pelo presidente da Fenacor, Armando Vergilio.

O convidado explicou a série de desafios que esses profissionais vêm enfrentando desde o início da atual gestão da Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão que tem como responsabilidade fomentar o desenvolvimento do mercado e proteger o consumidor, mas que, segundo o líder, vem agindo de modo oposto a esses objetivos.

Durante a transmissão, o presidente do Clube, Fabio Izoton, e o diretor Luiz Mario Rutowitsch frisaram o seu orgulho pela profissão, bem como o descontentamento com o tratamento da autarquia com o corretor. No caso do presidente, ele relatou que o ofício foi herdado de pai para filho. “São famílias que sobrevivem com dignidade desta honrosa profissão”, disse.

Já Rutowitsch frisou ainda a preocupação com algumas correntes que vêm manifestando apoio às medidas da Susep, como associações de proteção veicular, atividade amplamente combatida pelo Clube devido à sua ilegitimidade e histórico de má fé com clientes; e o Sindicato dos Corretores do Rio de Janeiro (Sincor-RJ), único do país a não ser filiado à Fenacor.

Nesse momento, Izoton aproveitou para reiterar o apoio do CCS-RJ às ações da Fenacor a favor dos corretores do Rio, e a baixa representatividade do Sincor-RJ nesse sentido. “Diante do apoio desse Sindicato à postura da Susep quanto à Resolução 382/20, divulgamos em conjunto com a AECOR-RJ um manifesto esclarecendo que os corretores do Rio de Janeiro não estão de acordo com isso. É importante deixar nosso posicionamento claro para o restante dos corretores do país, e que eles possam nos ajudar a espalhar esse manifesto”, registrou.

Medidas controversas - Entre as principais medidas da autarquia que afetaram o corretor nos últimos meses, está a revogação da Lei 4.594, em novembro de 2019, acabando com a regulamentação da profissão. “Extinguir o corretor é acabar com a distribuição de seguros, pois eles são responsáveis por comercializar 87% dos seguros no país. Seria a destruição da força que agrega valor à seguradora e assessora o segurado”, argumentou o convidado, Armando Vergilio.

Somente após ação conjunta de diversos sindicatos de corretores de seguros do país, da Fenacor, da Associação Estadual dos Corretores de Seguros do Rio (AECOR-RJ) e do CCS-RJ junto aos deputados Christino Áureo e Lucas Vergilio, em Brasília, a medida foi revertida.

Em março deste ano, os corretores foram novamente surpreendidos pela Resolução 382/20 do CNSP, que, entre outros itens, obrigava a categoria a expor o valor da sua comissão ao cliente antes da contratação do seguro. A medida, na visão de Vergilio, seria prejudicial não só para esses profissionais, mas para o próprio consumidor e para o setor como um todo.

“A concorrência se dá pelo preço final, isso está no Código do Consumidor. Essa obrigação antes do fechamento do negócio estimula conflito entre o cliente e o corretor, entre corretores e também entre seguradoras. Cria espaço para negociações sem conhecimento sobre o ofício do corretor”, opinou. Felizmente, a Fenacor conquistou mais uma vitória a favor dos corretores ao conseguir liminar que suspendeu a Resolução, atualmente em vigor.

Outro tema que causa bastante dor de cabeça aos corretores e foi pauta do debate é o recadastramento junto à Susep. Agora em sua fase final, o processo ainda não pôde ser concluído pela grande maioria desses profissionais, por conta de falhas no sistema utilizado.

Ao final da apresentação, o presidente Fabio Izoton agradeceu a participação de todos os internautas, que participaram ativamente do debate enviando diversas perguntas. “É só o início. O CCS-RJ se adaptou rapidamente aos novos tempos, e outras lives como essa virão”, agradeceu.

O vídeo completo do rico debate pode ser acessado no canal do CCS-RJ no YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCzN4za6GIEB755vWQBZXbFg.

LIVE CONNECTION – A série é uma programação especial de aquecimento para o grande evento a ser promovido pela entidade este ano: o CCS-RJ CONNECTION, nos dias 1 e 2 de setembro.  Anunciado no início de 2020, o encontro que seria presencial foi reformulado para o formato 100% online e gratuito. As inscrições também já estão abertas e podem ser realizadas em https://connection.ccsrj.com.br/.

Sobre o CCS-RJ |

Fundado em 1980, o Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro tem como objetivo estimular encontros e debates que contribuam para o desenvolvimento do setor e da categoria. A entidade promove também a articulação estratégica e contínua com os demais participantes do sistema nacional de seguros privados. [http://ccsrj.com.br/]



Com informação suas decisões são mais seguras.
Agência Seg News @2019 Todos os direitos reservados

Rua Fritz Muller, 140 - São Paulo-SP Cep 02634-080 

WhatsApp: 95794-6570