• Ivanildo Sousa

Análise da TEx mostra Índice de Preços do Seguro Automóvel nos meses de março e abril

A TEx, insurtech especializada em soluções online para o mercado segurador, divulgou na terça-feira (01) a nova edição do Índice de Preços do Seguro Automóvel (IPSA) . O estudo traz a variação média de preços do seguro auto, a evolução mensal dos meses de janeiro a abril, através de diversas variáveis como gênero, região, faixa etária e idade do veículo.

Vale lembrar que o estudo foi produzido com base nos dados do TEx Analytics, ferramenta de inteligência de mercado desenvolvida pela TEx, com mais R? 3,5 bilhões de prêmios transmitidos por ano e mais de 2.000.000 de cotações por mês realizadas no TELEPORT, solução de Gestão e MultiCálculo da empresa para Corretoras de Seguros. É possível afirmar que a TEx possui o maior dataset do mercado, com abrangência nacional e mais de 20 mil Corretores utilizando suas soluções diariamente. Essa penetração possibilitou a criação do Índice de Preços do Seguro Automóvel, o IPSA, que traz um panorama exato do cenário do seguro auto no Brasil.

O IPSA indica que houve queda no valor do seguro em abril de 2021 se comparado aos meses anteriores. "Analisando o IPSA, que mede a inflação geral e leva em consideração o segurado de ambos os sexos, podemos observar que em janeiro de 2021 o valor do seguro representava 5,6% no valor do veículo, caindo para 5,3% em março e 5,2% em abril", revela Emir Zanatto, Sócio e COO da TEx.

O estudo indica ainda que em abril, o percentual do seguro para uma mulher (IPSAm) foi de 4,7%, enquanto para o homem (IPSAh), foi 5,6%. O executivo destaca que o seguro para homens foi quase 20% mais caro que para mulheres. "Isso acontece porque o homem se envolve mais em acidentes graves e perdas totais. Perda total é quando não é possível recuperar o veículo devido à extensão do dano", explica.

No IPSA ainda é possível verificar dados referentes à variação de preço do seguro auto de forma regional e, como o Brasil é um país continental, a região metropolitana onde o segurado mora também interfere no preço que ele irá pagar de seguro. "Isso acontece tanto em comparação entre cidades, estados e regiões, quanto comparando à densidade populacional de onde o segurado reside. Por exemplo, o seguro em Belo Horizonte é em média 31% mais barato do que no Rio de Janeiro". Lembrando que os dados são extraídos do TEx Analytics, plataforma de inteligência de dados de seguro auto, e referente às cotações realizadas no TELEPORT, entre os meses de janeiro a abril de 2021.


Clique para ler a íntegra da nova edição do Índice de Preços do Seguro Automóvel (IPSA)


https://service.teleport.com.br/assets/v1/mkt/IPSA/IPSA-abril-2021.pdf


Redes sociais

TEx - Instagram , Facebook , LinkedIn


Sobre a TEx

Fundada em 2009, a TEx é pioneira e líder em soluções online para corretoras de seguros, e investe constantemente em eficiência, integração e inteligência para potencializar negócios no mercado segurador.