Agência Seg News - Com informação suas decisões são mais seguras @2019 Todos os direitos reservados

Rua Fritz Muller, 140 - São Paulo-SP Cep 02634-080   -  WhatsApp: 95794-6570   -  Tel 2278-1774

CNseg: resiliência e diversificação mantêm crescimento do setor

12/12/2018

O setor segurador manteve a sua trajetória de crescimento apesar da retomada ainda tímida da economia. De acordo com o balanço realizado pela CNseg, a Confederação das Seguradoras, em 2018, o setor projeta arrecadação de R$ 442,1 bilhões, fechando o ano com crescimento nominal de 3,1%. Em 2019, a previsão é de nova expansão, algo entre 6,3% e 8,4%, permanecendo no território positivo por seguidos anos. Na última década, por exemplo, o setor acumulou uma taxa média anual de crescimento nominal de 12,8%. No ranking mundial, o Brasil é o 12º país em arrecadação e o 1º na América Latina.

 

— Os números revelam que o setor segurador conseguiu mostrar sua força mais uma vez apesar do cenário desafiador. Isso acontece porque temos vocação de resiliência. E houve reposicionamento de produtos, diversificando o mercado, como a maior penetração de seguros de vida risco, residencial e garantias judiciais. Além da média de crescimento, é preciso olhar as mudanças entre os ramos de seguros. Apesar de toda a crise, somos responsáveis, entre outros, por mais de 47 milhões de beneficiários de planos de assistência médica e 13 milhões de pessoas que têm planos de previdência coletivos ou individuais. Por isso, quando se fala de reforma da Previdência, qualquer que seja sua abrangência, é preciso levar em conta o setor privado. Precisamos estar no centro das políticas macro e microeconômicas— analisa Marcio Coriolano, presidente da CNseg, lembrando que esses números ainda podem crescer muito diante do potencial do mercado.

 

Coriolano aponta a recuperação da infraestrutura como outro grande desafio a ser enfrentado, e que a aprovação do Seguro Garantia, previsto no PL 1292/95, pode ter um papel importante para destravar o setor. O setor de seguros dispõe de ativos para garantir os riscos assumidos da ordem de R$ 1,2 trilhão, equivalentes a 25% da dívida pública brasileira, montante que o posiciona entre os grandes investidores institucionais do País. Com movimento de receitas que já representa 6,5% do PIB brasileiro, o setor tem potencial para crescer ainda mais. “Estamos na 45ª posição do ranking mundial em consumo per capita, o que está em descompasso com a economia brasileira, a oitava maior do planeta”, ressalta o presidente da CNseg.

 

Coriolano lembra que importantes avanços regulatórios contribuíram para esse cenário. “A Susep, assim como a ANS, vem trabalhando para promover um ambiente mais estável e saudável”, reconhece, ao citar alguns exemplos, como o avanço dos seguros contra riscos cibernéticos, o novo marco regulatório da capitalização e o avanço da análise de impacto regulatório.

 

As perspectivas para 2019 são melhores: “A tendência, com um novo governo, é que os agentes tomem decisões de consumo e investimento mais eficientes. Já temos indicativos da melhora na confiança de empresários e de setores importantes como o de óleo e gás, por exemplo”, observa. E acrescenta: “Nosso objetivo é contribuir com medidas concretas, propostas pelos especialistas do mercado segurador, para a superação dos desafios que estarão diante dos eleitos a partir de 2019, como o ajuste fiscal e o encaminhamento das reformas previdenciária e tributária.”

 

Coriolano reforça que a CNseg está pronta para colaborar para a superação dos grandes, complexos e diversificados desafios que se desenham em nossa sociedade, como os da longevidade e os decorrentes das mudanças climáticas. “O setor segurador é parceiro fundamental para contribuir com a agenda social e econômica do novo governo. Tem propostas e produtos capazes de cooperar com as demandas que surgirão, como a previdência privada e os investimentos em infraestrutura”, sublinhou o presidente.

 

Setor segurador em números

 

 

Conjuntura CNseg

 

A CNseg aprimorou os levantamentos e estudos que realiza sobre o desempenho do setor segurador. Agora, a cada  trimestre, passará  a apresentar análises de desempenho mais robustos, articulando dados, informações, cenários socioeconômicos e seus impactos para o setor.

 

Essas importantes análises integram a nova Conjuntura CNseg - publicação digital que objetiva figurar entre as mais importantes do mercado, seguindo tendência adotada por outros segmentos da economia brasileira. A Confederação entende que o aprofundamento analítico do setor segurador é absolutamente relevante para a compreensão do seu alcance. Além do seu público interno, a publicação pretende abastecer de informaçōes a imprensa, os organismos públicos e as entidades de pesquisa e desenvolvimento afetas ao nosso segmento.

Essas importantes análises integram a Conjuntura CNseg – nova publicação digital que objetiva figurar entre as mais destacadas do mercado, seguindo tendência adotada por outros segmentos da economia brasileira. Para a Confederação, o aprofundamento analítico do setor segurador é absolutamente relevante para a compreensão do seu alcance. Além do seu público interno, a publicação vai fornecer informações à imprensa, aos organismos públicos, às entidades de pesquisa e desenvolvimento ligadas ao setor.

A iniciativa também divulgará, mensalmente, conforme a disponibilidade de dados, análise restrita ao comportamento dos segmentos de Seguros de Danos e Responsabilidades, Coberturas de Pessoas, Saúde Suplementar e Capitalização.

 

A Conjuntura CNseg inclui, ainda, projeções estatísticas e artigos de interesse setorial, além de colunas fixas sobre temas jurídicos e regulatórios relevantes.

A publicação Conjuntura CNseg pode ser acessada pelo site da Confederação: http://cnseg.org.br ou pelo QR code

 

Sobre a CNseg

A Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg) congrega as empresas que compõem o setor, reunidas em suas quadro Federações (FenSeg, FenaPrevi, FenaSaúde e FenaCap). A missão primordial da CNseg é congregar as lideranças das Associadas, elaborar o planejamento estratégico do setor, colaborar para o aperfeiçoamento da regulação governamental, coordenar ações institucionais de debates, divulgação e educação securitária e representar as Associadas perante as autoridades públicas e entidades nacionais e internacionais do mercado de seguros.

 

 

 

Foto; André Melo

 

Please reload

Quinzena do Seguro .gif

Autoreguladoras: Susep disponibiliza Consulta Pública até 19 de Fevereiro

January 21, 2020

I Congresso Seg News de Tecnologia e Seguros (I CONSEGTECH) será realizado no La Residence Hotel

January 17, 2020

Declaração de Direitos de Liberdade Econômica: as novas regras se aplicam ao Mercado de Seguros regulado? Quando terão início as mudanças? O que esper...

January 15, 2020

CVG-SP está promovendo Curso de Atuária - Intensivo Férias

January 15, 2020

Bradesco Auto/RE é eleita a ‘Escolha Certa’ no segmento de automóveis pela Proteste

January 15, 2020

Fábio Carbonari inicia programação de eventos da Seg News com Workshop sobre Lucros Cessantes na 5a Feira!

January 14, 2020

MAG Seguros: a nova marca da Mongeral para o Futuro!

January 12, 2020

Workshops de Lucros Cessantes, Análise de Balanços Financeiros e Seguro Garantia serão realizados no Hotel La Residence!

December 30, 2019

STF suspende efeito de MP que extinguiu Seguro DPVAT

December 20, 2019

1/4
Please reload