Vice-presidente comercial da SulAmérica exalta parceria com corretores em evento do CCS-RJ


Os corretores do Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro (CCS-RJ) se reuniram em 22 de novembro, para um encontro com o vice-presidente comercial da SulAmérica, André Lauzana. Em seu último evento como presidente do Clube, Jayme Torres anunciou uma homenagem da diretoria à associada Marcia Safadi, que faleceu no último dia 30 de outubro, batizando uma das salas da sede do CCS-RJ com o seu nome. “É uma forma de nos lembrarmos sempre dela”, disse.

Ele também agradeceu pela confiança e apoio dos associados durante os quatro anos em que esteve à frente da entidade. Ele classifica o período como de muita luta e determinação. “Convocaremos a assembleia para a eleição da nova diretoria com uma nova proposta, com votação digital”, anunciou Torres, passando a palavra ao convidado especial do almoço.

Apesar de estar há 20 anos no mercado segurador, na liderança da área comercial, Lauzana atua há apenas sete meses. Ele afirmou que a dinâmica tem sido intensa, e comemorou a proximidade com os corretores de seguros. “No estado do Rio, temos o maior índice de corretores que vendem todos os nossos ramos de produtos: 18%, enquanto a média nacional de cross sell junto à companhia é de 16%”, destacou o executivo. Segundo ele, isso é prova de que os cariocas souberam se reinventar. Cinco anos atrás, esse percentual era inferior a 5%.

No estado, o carro chefe tem sido o seguro saúde. “Quando vemos a lista dos três principais desejos de qualquer cidadão, aparecem educação, moradia e saúde. É muito bacana trabalhar em uma empresa que atende a esses anseios básicos, em especial em saúde”, disse o VP comercial da SulAmérica, e completou, se referindo aos corretores “a parceria com vocês nesse segmento tem dado muitos bons frutos. Prezar pelo que está sendo apresentado aos segurados faz total diferença”.

Falando sobre o futuro, ele acredita que as mudanças serão sempre mais rápidas, então manter o diálogo é fundamental. “Meu compromisso está cada vez mais focado em ouvir os corretores, além de utilizar a tecnologia como uma aliada: muito mais importante do que criar ou desenvolver algo é aderir, e é isso também que o consumidor está buscando”, opinou.

“Foi por meio de conversa que recuperamos as vendas dos nossos planos de saúde PME e PMEMais no Rio, que vinham caindo nos últimos quatro meses, e aumentamos em 147% as transmissões desses produtos em apenas um mês e meio”, exemplificou ainda Lauzana, colocando-se à disposição dos presentes. O executivo recebeu uma placa de homenagem do CCS-RJ ao final do encontro.

O Clube também homenageou a Aconseg-RJ pelo seu aniversário de 20 anos, comemorados este mês, com a entrega de uma placa a Gilberto Villela, sócio de uma das assessorias afiliadas à entidade.

Sobre o CCS-RJ |

Fundado em 1980, o Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro tem como objetivo estimular encontros e debates que contribuam para o desenvolvimento do setor e da categoria. A entidade promove também a articulação estratégica e contínua com os demais participantes do sistema nacional de seguros privados. [http://ccsrj.com.br/]

Foto: Da esquerda para direita Luiz Mario Rutowitsch e Jayme Torres (diretor e presidente CCS-RJ); André Lauzana (vice-presidente comercial SulAmérica) e Amilcar Vianna (diretor CCS-RJ e vice-presidente de comunicação Fenacor)


Com informação suas decisões são mais seguras.
Agência Seg News @2019 Todos os direitos reservados

Rua Fritz Muller, 140 - São Paulo-SP Cep 02634-080 

WhatsApp: 95794-6570