Saúde Suplementar: Mudanças Urgentes

Há uma grande insatisfação no negócio Saúde Suplementar e isso fica evidente a cada dia. Em princípio o segmento envolvia basicamente empresas privadas que comercializavam planos de saúde, seguradoras, beneficiários e seus prestadores: hospitais, clinicas, médicos e laboratórios.Em 2000, entra em cena a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Um participante que traz inúmeras regras a serem cumpridas pelas chamadas Operadoras de Saúde. Uma Agência que regulamenta a Lei 9656/98, perfeita para proteger os indivíduos, mas igualmente cruel, pois trouxe com ela o total desinteresse do negócio - planos individuais.

O primeiro grande desequilíbrio de forças surge na obrigatoriedade de coberturas ilimitadas, deixando de lado o princípio básico do seguro, que é dar coberturas que, em caso de sinistros, venham a ressarcir prejuízos financeiros de quem o contrata.

Com as negativas dadas pelas Operadoras de Saúde, mesmo que baseadas na lei, surge mais um participante, o judiciário. Ele estabelece que, mesmo sem direitos legais, baseado no princípio da manutenção da vida, devem ser autorizadas todas as solicitações que lhe são feitas e acabam, pelo princípio do mutualismo, trazendo mais impactos financeiros.

Paralelamente, temos o IDEC e o PROCON, que buscam a manutenção dos diretos dos consumidores, baseados no Código de Defesa do Consumidor. Junto com o judiciário, abrem a criação de novas coberturas, mesmo que experimentais ou sem qualquer efeito comprovado para o bem daquele indivíduo. Novamente os 47 milhões de beneficiários precisam fazer o rateio destes custos extras.

Outra grande ameaça para a sobrevivência saudável desse segmento é a concentração de redes hospitalares nas mãos de poucos. Uma concentração crescente, principalmente nas mãos de grupos de investidores que, como um negócio, visam apenas o lucro.

Por fim, um enorme grupo de experts no assunto Saúde, que conhecem tudo, sabem de tudo, masesquecem de informar que, mais de 90% dos insumos da área são importados e ficam à mercê do câmbio, que tem sofrido grandes oscilações, principalmente num momento de baixa inflação.

Não sou a favor de A ou B, mas ficam algumas perguntas para reflexão:

Quem regulamenta os hospitais, médicos, laboratórios e outros prestadores de serviços de saúde no que diz respeito à Lei 9656/98?

Como uma Agência que apenas multa e obriga as Operadoras de Saúde a cumprirem regras pode interferir e obrigar os prestadores a fazerem um acordo entre as partes?

Como o judiciário pode ser melhor preparado para interferir de maneira mais justa para todos os lados?

E o mais importante: como educar e criar campanhas para uma utilização consciente dos benefícios da Saúde Suplementar? Será simplesmente punindo com franquias pesadas ou investindo numa cultura de saúde, onde todos os participantes aprendam e falem a mesma linguagem?

Se nada for feito, se apenas ficarmos reclamando e acionando o judiciário e órgãos de defesa do consumidor, teremos em breve o resultado de tudo o que foi feito sem planejamento, CRISE e a obsolescência de mais um negócio, que depois de décadas não evoluiu.

 

* Charles Lopes é diretor da Carelink, empresa do grupo B2Saúde, especializada na logística e armazenamento de informações médicas, e sócio-diretor da B2Saúde Consultoria, empresa presente no mercado de seguros há mais de 15 anos que é especializada em gerenciar o relacionamento das empresas com os planos de saúde.

 

 

Please reload

Quinzena do Seguro .gif

Autoreguladoras: Susep disponibiliza Consulta Pública até 19 de Fevereiro

January 21, 2020

I Congresso Seg News de Tecnologia e Seguros (I CONSEGTECH) será realizado no La Residence Hotel

January 17, 2020

Declaração de Direitos de Liberdade Econômica: as novas regras se aplicam ao Mercado de Seguros regulado? Quando terão início as mudanças? O que esper...

January 15, 2020

CVG-SP está promovendo Curso de Atuária - Intensivo Férias

January 15, 2020

Bradesco Auto/RE é eleita a ‘Escolha Certa’ no segmento de automóveis pela Proteste

January 15, 2020

Fábio Carbonari inicia programação de eventos da Seg News com Workshop sobre Lucros Cessantes na 5a Feira!

January 14, 2020

MAG Seguros: a nova marca da Mongeral para o Futuro!

January 12, 2020

Workshops de Lucros Cessantes, Análise de Balanços Financeiros e Seguro Garantia serão realizados no Hotel La Residence!

December 30, 2019

STF suspende efeito de MP que extinguiu Seguro DPVAT

December 20, 2019

1/4
Please reload

Agência Seg News - Com informação suas decisões são mais seguras @2019 Todos os direitos reservados

Rua Fritz Muller, 140 - São Paulo-SP Cep 02634-080   -  WhatsApp: 95794-6570   -  Tel 2278-1774