Bom dia!  Domingo 20/04/2014 07:47
Voltar ao inícioHome Mapa do siteMapa do Site
Julho
Zurich investe em Previdência Privada Individual e lança o PrevFuturo

A Zurich Seguros, multinacional de origem suíça presente no Brasil há mais de 30 anos, fortalece sua presença e participação no mercado brasileiro lançando o Zurich PrevFuturo, seu mais novo produto no segmento de Vida & Previdência. Após uma criteriosa análise de mercado, a companhia modelou um produto altamente atrativo, com opções de contribuições, flexibilidade para alterar o valor, suspender e ainda retomar as contribuições quando o segurado desejar, sem perder valores previamente acumulados. Outro diferencial do produto é a livre indicação de be
neficiários, ou seja, não há necessidade de vinculação ou parentesco familiar no momento da contratação e desenho do plano.

   
Arrecadação da Previdência Complementar cresce 16,92% no 1º semestre
O mercado de previdência complementar aberta arrecadou R$ 38,6 bilhões no primeiro semestre de 2013. O volume de novos aportes cresceu 16,92% em relação aos R$ 33 bilhões acumulados no primeiro semestre de 2012. A previdência complementar aberta se tornou uma das principais modalidades de investimento para formação de poupança de longo prazo no país. Atualmente, o sistema conta com 12.760.460 contratos ativos e 95.557 pessoas já usufruindo dos benefícios (aposentadoria, pecúlio, pensão, renda por invalidez e renda a menores).

   
Previdência complementar aberta arrecada R$ 6,6 bilhões em janeiro

O mercado de previdência complementar aberta arrecadou R$ 6,6 bilhões em janeiro de 2013. O montante de novos recursos que ingressaram no sistema é 40,05% superior ao registrado no mesmo mês do ano anterior, que foi de R$ 4,7 bilhões. Com o desempenho da previdência complementar aberta no mês de janeiro, a carteira de investimentos do sistema alcançou o patamar de R$ 343,1 bilhões, alta de 25,28% na comparação com os R$ 273,9 bilhões registrados em janeiro de 2012. Com o desempenho do setor, a carteira de investimentos do VGBL obteve alta de 31%, passando de R$ 162,8 bilhões para R$ 213,3 bilhões. Já a carteira do PGBL cresceu 13,17%, no período e registrou R$ 75,2 bilhões. Por fim, a carteira dos planos tradicionais passou de R$ 44,3 bilhões para R$ 54 bilhões, alta de 21,73%.

   
CMN estipula prazo mínimo para investimentos de previdência complementar

O Conselho Monetário Nacional (CMN) instituiu, por meio de resolução, prazo mínimo para os investimentos feitos pelos fundos de previdência complementar aberta. A intenção é promover a substituição das carteiras de investimentos vinculadas às taxas de juros de um dia (DI/Selic) pelas de longo e médio prazo, mais adequadas ao perfil desse tipo de fundo.

   
Arrecadação da previdência privada avança 38% em março

A preocupação em formar reserva financeira para o longo prazo fez a arrecadação do mercado de previdência complementar avançar 38,48% em março na comparação com o mesmo mês do ano passado - o montante passou de R$ 4 bilhões para R$ 5,6 bilhões, segundo a Fenaprevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida). No trimestre foram R$ 14,8 bilhões, crescimento de 26,5%, na comparação com os 11,7 bilhões verificados nos três primeiros meses de 2011.

   
Relatório Anual 2011 celebra os 18 anos da Brasilprev

O objetivo do documento é apresentar  os resultados econômico-financeiros e iniciativas socioambientais da empresa. O diferencial da edição é o mote “maioridade”: o relatório conta com depoimentos de clientes, todos com 18 anos de idade – o mesmo tempo de fundação da empresa –, que falam sobre suas histórias e projetos de vida
São Paulo, 23 de maio de 2012 - O Relatório Anual 2011 da Brasilprev traz os indicadores econômico-financeiros e as principais iniciativas da empresa ao longo do exercício, além dos depoimentos de clientes que, tal como a Brasilprev, completaram 18 anos de idade no ano passado.

   
Reservas de previdência privada devem atingir R$ 273 bi

O mercado de previdência privada aberta deve encerrar o ano com reservas na faixa de R$ 273 bilhões, o que corresponde a 7% de participação no Produto Interno Bruto (PIB), de acordo com dados da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi). Até setembro deste ano, o volume totalizou R$ 255 bilhões, crescimento de 21,9% sobre o mesmo período do ano anterior.

   
ANS e Susep trabalham para criar fundo de capitalização para saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e a Susep trabalham juntas para iniciar um fundo de capitalização para o pagamento das despesas com planos de saúde. O produto ainda não tem nome. Nas reuniões, está sendo chamado de VGBL Saúde. "Queremos que a população com plano de saúde tenha condições de manter o pagamento no longo prazo, principalmente, no momento de redução da renda em função dos custos crescentes dos planos com o avanço da idade e da limitada renda do aposentado", explica a gerente geral da área econômico-financeira e atuarial dos produtos da ANS, Rosana Neves.

   
Nunes & Grossi lançou site de busca e venda de planos de previdência

A partir deste mês, os brasileiros terão disponível uma ferramenta inédita na hora de pesquisar, comparar e escolher o plano de previdência mais adequado, alinhado às necessidades e a disponibilidade financeira de cada consumidor. Trata-se do BuscaPrev, primeiro portal de busca dedicado exclusivamente à previdência complementar do país, criado pela corretora de seguros Nunes & Grossi, em parceria com a Mondialprev Consultores Associados.

   
Zurich entra no nicho de previdência corporativa

A Zurich fechou seu primeiro contrato de previdência corporativa. A seguradora de origem suíça atuava, até então, timidamente com previdência aberta individual desde que adquiriu a Minas Brasil e, agora, está expandindo seus negócios em previdência e seguro de vida. A companhia estava terminando de adequar seus sistemas operacionais para começar a divulgar comercialmente o produto quando surgiu a oportunidade de fechar o primeiro negócio, conta Richard Vinhosa, presidente da Zurich Vida e Previdência, que não revela o nome do cliente.

   
Classe C impulsiona setor de previdência privada no País

Executivos de empresas de previdência privada aberta apostam nas classes mais populares como principal suporte para alavancar os negócios do setor. A expectativa é de crescimento acentuado, a reboque do aumento dos níveis de emprego e de renda.
Com essa perspectiva, o diretor de Planejamento e Controle da BrasilPrev, Alejandro Elizondo, acredita que o perfil de clientes se diversificará nos próximos anos, com a entrada de mais consumidores da classe C.

   
Chegou a vez da previdência privada

Para o presidente da FenaPrevi, Marco Antonio Rossi, a arrecadação do setor deverá crescer em 20% neste ano no Brasil Por Andreas Müller São tempos de prosperidade para as empresas do setor de seguro e previdência. A estabilidade monetária, o aumento da renda média do brasileiro, a inclusão de 40 milhões de pessoas à classe C - tudo conspira para que o setor bata recordes sucessivos de crescimento.

   
Arrecadação da previdência privada atinge R$ 4,6 bilhões em novembro

A arrecadação da previdência privada aberta alcançou R$ 4,6 bilhões em novembro, crescimento de 27,68% na comparação com o mesmo período do ano anterior, quando R$ 3,6 bilhões ingressaram no sistema. No período, o VGBL arrecadou R$ 3,9 bilhões, evolução de 30,01% em relação ao mesmo mês de 2009, quando foram arrecadados R$ 3 bilhões.

   
Brasilprev cria fundo para ativos do setor imobiliário

A Brasilprev criou um fundo para investir em ativos relacionados ao setor imobiliário. "É a primeira brasileira de previdência privada a ter ativos imobiliários em suas carteiras", diz Sérgio Rosa, presidente da companhia.

   
Desafio da Brasilprev é alcançar 2º lugar

Novo presidente da empresa, quer usar rede de agências do BB para expandir vendas - Há três meses no comando Brasilprev, empresa de previdência complementar do Banco do Brasil, Sérgio Rosa tem como desafio levar a companhia, no curto prazo, à segunda posição de um dos segmentos que mais cresce no país.

   
Governo vai autorizar venda de novo produto

O Brasil passa por um bom momento de captação de planos de aposentadoria. Mesmo assim, apenas 286 mil brasileiros são beneficiados pela previdência privada, segundo dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep), ligada ao Ministério da Fazenda. Nos últimos dez anos, o governo federal vem adotando medidas para estimular o interesse de mais pessoas em fazer um plano de previdência.

   
Tarcísio Godoy assumirá diretoria na holding Bradesco Seguros

Depois de três anos à frente da Brasilprev, da área de previdência privada do Banco do Brasil, Tarcísio Godoy com o mercado da Bradesco Seguros.

   
Sérgio Rosa assume presidência da Brasilprev

Rosa, indicado por Aldemir Bendine, comandou a Previ por oito anos e sobreviveu à guerra interna de sindicalistas para garantir espaço na estrutura do BB.

   
Previdência privada já acumula R$ 200 bilhões

O total de recursos acumulados pelos participantes do sistema de previdência aberta complementar alcançou os R$ 200 bilhões, sendo o produto Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL) o carro-chefe do setor, responsável por 75% da arrecadação de recursos para os fundos de previdência nos últimos meses.

   
MetLife lança fundos para clientes de banco

A MetLife resolveu incrementar a grade de planos de previdência complementar aberta e lançou quatro fundos para clientes do Citibank, com o intuito de atingir todos os perfis de investidores.

   
Previdência privada arrecada quase R$ 20 bi

O mercado de previdência privada aberta arrecadou R$ 19,84 bilhões no primeiro semestre do ano, segundo dados divulgados ontem pela Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi), entidade que reúne 65 sociedades seguradoras e 15 entidades abertas de previdência complementar no país.

   
Fenaprevi aponta recorde de captação em PGBL e VGBL

Marco Antonio Rossi, Fenaprevi: 10% das pequenas empresas oferecem planos de previdência para os funcionários
O público crescente e a sofisticação dos produtos de previdência elevam, cada vez mais, a arrecadação de longo prazo dos planos de previdência. De janeiro a abril, o volume de aportes resultou na captação recorde de R$ 13,7 bilhões, alta de 30% se comparada aos R$ 10,5 bilhões arrecadados no mesmo período de 2009 na previdência privada aberta.

   
Bolsa contagia previdência

Estudo mostra que captação líquida de fundos com ações representou mais de 35% do total recebido pelo setor no ano passado.


   
Previdência privada atrai gestores independentes

A previdência privada aberta vem atraindo cada vez mais gestores independentes interessados em ampliar a oferta de investimentos diante do juro mais baixo. A mais nova asset a ingressar nesse segmento é a Orbe Investimentos, que lança um fundo nas versões PGBL e VGBL com a seguradora Icatu Hartford. Este é o primeiro fundo criado pela gestora depois de dois anos e meio.

   
BB amplia participação na BrasilPrev

O Banco do Brasil, através de sua subsidiária BB Seguros, anunciou ontem que chegou a um acordo para ampliar sua participação na BrasilPrev ao lado da sua sócia nesta empresa, a Principal Financial Group.

   
Para Molina, crescimento depende de reformas

A queda do preço médio do seguro depende da união de todos os setores do mercado em busca de um ganho de escala maior e da redução de custos, segundo avalia o presidente do Conselho de Administração da Mongeral Aegon, Nilton Molina, lembrando que existe um preço técnico do qual não se pode ignorar.

   
Gestão de fundos tem de mudar, diz estudo

As perdas de US$ 5 trilhões dos fundos de pensão em todo mundo, em 2008, com a crise financeira internacional, deixou claro que o sistema tem que ser revisto.

   
MetLife e Citi anunciam criação de plano de previdência para alta renda

Tendo como gestor a Schroders, especialista em administração de fundos de terceiros, o MetLife Legacy foi desenhado para investidores que não estão preocupados apenas com a própria aposentadoria, mas também com seu planejamento tributário, financeiro e sucessório.

   
SulAmérica estréia nova campanha para o Educaprevi

A SulAmérica Seguros e Previdência estreou no dia 22 de agosto, uma nova campanha para o SulAmérica Educaprevi, plano de previdência que oferece soluções especiais para cuidar do futuro de crianças e jovens.

   
Captação da Brasilprev cresce 31,6%

A captação líquida dos planos PGBL e VGBL da Brasilprev Seguros e Previdência cresceu 31,6% no primeiro semestre do ano em relação ao mesmo período de 2008, chegando a R$ 2,1 bilhões. O aumento está acima dos 16% registrados pelo mercado de previdência aberta, destaca o diretor de controladoria e serviços da empresa, Alejandro Elizondo Rodriguez.

   
Brasilprev lança relatório financeiro

A Brasilprev lança nesta segunda-feira, o seu relatório anual 2008, com tema “15 anos contando histórias de projetos de vida”. Além de mostrar os resultados e conquistas da empresa no último ano, a publicação tem um capítulo inteiro sobre a história da Brasilprev e traz ainda  depoimentos e fotos de clientes contando alguns de seus projetos de vida.

   
Previdência do Bradesco deve crescer 15%

A recuperação da economia no segundo semestre deve garantir um crescimento de 15% ao Bradesco Vida e Previdência, empresa do Grupo Bradesco Seguros, afirmou nesta quinta-feira o diretor-geral da companhia, Lúcio Flávio Condurú de Oliveira, durante IV Fórum da Longevidade, no Rio de Janeiro.

   
Seguradoras têm prazo maior para alterações

A portabilidade dos planos de previdência terá prazo de até dez dias para ser efetivada pelas seguradoras, e não mais quatro dias como determinava a regulamentação.A mudança começa a valer a partir de agosto assim que for aprovada pela Superintendência de Seguros Privados (Susep).

   
Taxa elevada reduz ganho do plano de previdência

Com a queda dos juros, os custos cobrados pelos gestores para administrar os fundos têm impacto maior na rentabilidade. Mudar de banco é alternativa Com o juro básico da economia, a Selic, a 9,25% ao ano, as taxas cobradas pelos planos de previdência podem prejudicar o rendimento do investimento.

   
Brasilprev arrecada R$ 1,1 bi

A Brasilprev, seguradora que comercializa planos de previdência privada dentro da rede de agências do Banco do Brasil, registrou arrecadação total de R$ 1,15 bilhão no primeiro trimestre deste ano, crescimento de 42,7% sobre o mesmo período do ano passado. Somente em março, as vendas dos títulos PGBL, VGBL e outros alcançou R$ 468 milhões, marcando o segundo melhor mês dos 15 anos da companhia.

   
Captação recorde na previdência privada

O mercado de previdência privada aberta registrou captação de R$ 2,9 bilhões em março, volume recorde para o período desde o início da série histórica do setor, em 2003. O resultado garantiu a expansão de 20,51% da captação em relação ao mesmo período de 2008 (R$ 2,4 bilhões), segundo números da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi).

   
Cresce procura por gestores de risco

Wagner, superintendente de riscos da Brasilprev, lidera uma equipe com dez pessoas. Apenas este ano, foram três contratações. Em tempos de crise, os gestores de risco estão sendo garimpados pelas empresas como pedras raras.

   
Crise provoca cortes nos benefícios dos empregados

A partir de 1º de maio, a Kitchen & Bath Center, fabricante de balcões de granito e mármore da Flórida, vai parar de pagar seguro-saúde para os empregados. Em março, a empresa cancelou o programa de contribuição para aposentadoria complementar e, antes disso, reduziu as jornadas de trabalho.

   
Gestores de fundos de pensão revisam renda fixa

Considerada a mais tradicional e uma das principais fontes de remuneração dos investimentos de entidades fechadas de previdência complementar no País, a taxa CDI está perdendo terreno.

   
Líder em captação, Brasilprev tem alta de 6,2% nos ganhos

A Brasilprev Seguros e Previdência, companhia de previdência privada do Banco do Brasil (BB) em sociedade com o Sebrae e a seguradora norte-americana Principal Financial, fechou o ano passado como líder em captação líquida de recursos para aplicações em planos de aposentadoria complementar.

   
Previdência capta, mas saque cresce

Os fundos de previdência aberta, em que são aplicadas as contribuições feitas nos planos PGBL e VGBL, começaram o ano com desempenho positivo, porém ainda bem abaixo do registrado no mesmo período de 2008. A captação líquida em janeiro foi de R$ 372 milhões, 27% menor do que a verificada um ano antes.

   
Oi abre plano de aposentadoria incentivada

A operadora de telefonia Oi, que está se fundindo com a Brasil Telecom e se comprometeu a manter o mesmo número de postos de trabalho pelo período três anos, anunciou ontem que vai eliminar 400 posições de gerência. A empresa abriu um plano de aposentadoria voluntária tanto para gerentes como para os demais empregados.

   
Previdência privada continua crescendo

Nem a crise parece deter a expansão dos produtos de previdência privada, embalada pela procura crescente da classe média. A previsão da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi) é que os planos tenham crescido mais de 40% no último trimestre de 2008.

   
A crise e a previdência privada

Faz pouco, foi publicada uma matéria dando conta que os planos de previdência privados fechados haviam perdido R$ 20 bilhões em razão da crise econômica e da deterioração do valor das ações na Bolsa de Valores.(Por: Antonio Penteado Mendonça)


   
Alta da Bolsa atraiu investidores

Nos últimos anos, a máxima segundo a qual o investimento em ações é o mais indicado para quem visa ao longo prazo levou milhares de brasileiros a aumentar a parcela de recursos destinados à aposentaria em fundos de renda variável. Em janeiro de 2006, a participação da renda variável no patrimônio dos fundos PGBL e VGBL era de 9,5%.

   
Previdência Privada: Captação no ano é de R$ 25 bi

Antonio Cássio, presidente da Fenaprevi
Seguradoras comemoram o crescimento de 16,5% das captações do mercado de previdência privada do País em 2008. De acordo com balanço da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi), o setor arrecadou R$ 25 bilhões entre janeiro e outubro. No mesmo período do ano passado, foram captados R$ 21,4 bilhões.

   
Previdência com renda fixa na crista da onda

Em mais um efeito da crise financeira mundial, a preocupação com a segurança causou o aumento de 23% no volume de captação de recursos entre os fundos de previdência privada desde setembro, quando a turbulência se agravou. E, com o pagamento do décimo terceiro salário, o setor deve registrar crescimento ainda maior, dizem as empresas.

   
Contribuição cresce 23% em setembro

Em setembro, mês marcado pelo agravamento da crise financeira internacional, as contribuições para a previdência privada somaram R$ 2,4 bilhões, um crescimento de 23,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Na comparação com o mês anterior, também foi registrado aumento na captação, de 9%, segundo dados da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi).

   
Alfa Previdência é destaque no Star Ranking da Revista Valor Investe
Considerada maior e mais respeitada fonte mundial de avaliação de créditos, riscos, índices, pesquisas de investimento e dados financeiros, a Standard & Poor's teve seu ranking dos Melhores Fundos de Previdência do mercado brasileiro publicado na edição deste mês da revista Valor Investe, evidenciando produtos da Alfa Previdência e Vida.
   
Unibanco AIG lança plano com taxa decrescente

A Unibanco AIG Seguros lança hoje o Prever Max, um plano de previdência que tem regras mais flexíveis para as contribuições e adota taxa de carregamento decrescente. Os interessados terão de procurar um corretor de seguros associado à empresa, já que o novo plano não estará disponível nesse primeiro momento na rede de agências do Unibanco.

   
Previdência privada cresceu 18,5% até agosto

O crescimento do mercado de previdência privada atingiu 18,5% nos oito primeiros meses do ano. A captação, no acumulado até agosto, atingiu a cifra recorde de R$ 20 bilhões, superando os R$ 17 bilhões obtidos no mesmo período do ano passado.

   
Crise ameaça previdência privada norte-americana

O impacto da crise financeira também ameaça as aplicações do mercado de previdência privada dos Estados Unidos. Em passagem pelo Brasil, o diretor de poupança do ING, Brian Haendiges, afirma que é preciso fazer um grande esforço para evitar a fuga de investimentos dos planos de aposentadoria da empresa, uma das líderes mundiais do setor.

   
Previdência: Bradesco e Brasilprev detêm quase 80% do mercado

A expansão do segmento de planos para jovens e crianças vem surpreendendo até os executivos do setor. Com um peso ao redor 6% do total de captações do mercado de previdência privada, há um grande potencial para crescimento dessa modalidade. Com isso, a concorrência tem ficado mais acirrada.

   
Previdência privada corporativa está em alta

O fato de se aposentar sem remuneração adequada aflige os trabalhadores. Por isso, o sucesso dos planos privados corporativos é cada vez maior.

   
Previdência cresceu 23% no primeiro semestre

O número de planos de previdência privada já supera os 7,6 milhões no Brasil, o que corresponde a cerca de 32% da população economicamente ativa do país, de 23,5 milhões, segundo dados da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi).

   
Icatu Hartford: receita em previdência avança 192% no primeiro semestre

O faturamento do grupo Icatu Hartford em previdência deu um salto no primeiro semestre deste ano, ao avançar 192% e passar de  R$ 93 milhões, nos seis primeiros meses de 2007, para R$ 271 milhões. No período, as reservas de previdência  cravaram R$ 1,9 bilhão, com crescimento de 11%.

   
Planos para educação e saúde podem sair em 2009

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) pretende se reunir ainda neste ano com a Secretaria de Política Econômica da Fazenda e com a Receita Federal para acertar os detalhes finais do projeto de lei que cria os planos de previdência privada destinados ao custeio de gastos com saúde e educação.

   
Previdência privada cresce até 40%

A possibilidade de garantir uma renda complementar no futuro, sem depender apenas dos benefícios do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), tem alavancado a comercialização de planos de previdência privada no País e no Grande ABC.

   
Futuro planejado

Executivos de bancos têm uma frase do cineasta Woody Allen que sacam ao deparar-se com clientes mais incautos. "Interessa-me o futuro por que é o lugar onde vou passar o resto da vida." Basta sentar à mesa do gerente e o ensinamento, brincam eles, é um brinde da casa.

   
Previdência para menores sobe acima do mercado

Os planos de previdência privada complementar para menores de idade tiveram um crescimento de 28,14% entre janeiro e maio deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado, acumulando contribuições na casa dos R$ 737,8 milhões.

   
ADDmakler aposta em previdência educacional

O mercado de seguro de previdência educacional é a aposta da ADDmakler, corretora de seguro com capital 100% nacional. Por até R$ 50 mensais é possível adquirir uma apólice.

   
Otimismo na previdência privada

Já no primeiro bimestre de 2008, o mercado de previdência privada deu mostras de que este ano tem tudo para ser excepcional para o segmento: um recorde de R$ 4,9 bilhões em captação no período, o que representou um crescimento de 28,25% na comparação com os dois primeiros meses de 2007, quando foram captados R$ 3,8 bilhões.

   
Fram Capital lança plano de previdência com renda variável

A Fram Capital, gestora independente criada por um grupo de ex-executivos do Banco Santander, lançou seu primeiro fundo de previdência. A carteira é um Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) com renda variável e que pode aplicar até 20% em ações, explica Henry Gonzalez, sócio da Fram.

   
Kiman participa de discussão sobre a legislação do setor previdenciário

A Kiman Solutions (www.kiman.com.br ) uma das líderes do mercado de soluções de TI para o mercado de seguros e previdência, está participando, em São Paulo, do 3º Encontro Nacional de Advogados da Previdência Complementar.O evento, que começou ontem (05/06/2008), será encerrado hoje.

   
Previdência emperrada

Dois anos depois da criação do sistema eletrônico pelas seguradoras para acelerar os processos de migração de Planos Geradores de Benefícios Livres (PGBLs), Vida Gerador de Benefícios Livres (VGBLs) e tradicionais entre instituições, os participantes ainda têm dificuldades em transferir recursos.

   
Captação dos planos pode ultrapassar R$ 33 bilhões

O aumento da taxa básica de juros de 0,5% ocorrida na terceira semana do mês de abril não será obstáculo para a captação de recursos destinados à previdência privada. Economia vigorosa e diversificação nos valores dos planos - abrangendo todas as camadas sociais - e ingresso de poupadores jovens são fatores que impulsionarão o desempenho do setor, apontando para perspectivas muito positivas.

   
Previdência privada cresce 28,25% no 1º bi

O primeiro bimestre teve a melhor captação de recursos da previdência privada na história do período. O crescimento foi de 28,25%. O total captado passou de R$ 3,8 bilhões para R$ 4,9 bilhões, de acordo com a Fenaprevi (Federação Nacional de Previdência Privada).

   
Mongeral detém 40% dos fundos associativos

A Mongeral, uma das empresas mais antigas do ramo segurador brasileiro, investe desde 2004 na distribuição de planos de previdência complementar. O foco de atuação são os fundos de pensão associativos, um dos ramos que mais crescem atualmente.

   
Icatu recebe prêmio de melhor gestora de fundos pela 2ª vez

Pela segunda vez seguida, o Grupo Icatu Hartford recebeu o prêmio de melhor gestora de fundos de previdência, com base estudo foi feito pela Austin Rating, consultoria no mercado há mais de 20 anos.

   
Santander lançou novo plano de previdência

O Santander lançou o Prev Bônus, um plano de previdência VGBL inovador no mercado, ao pagar até 10% de bônus sobre o valor principal investido, além da rentabilidade normal do plano.

   
Capemi vai tornar-se S.A

A Caixa de Pecúlios, Pensões e Montepios (Capemi), maior entidade de previdência complementar sem fins lucrativos do País, iniciou plano de reestruturação societária e organizacional, planejado desde 2006, pelo qual se torna sociedade anônima, com perspectivas de abertura de capital dentro de quatro a cinco anos.

   
Porto lança novos fundos

A Porto Seguro Vida e Previdência acaba de lançar dois novos fundos de previdência: o Multimercado Renda Variável 25 (RV25) e Multimercado Renda Variável 45 (RV45).

   
Mapfre oferece novo fundo multimercado

A Mapfre Seguros está lançando um novo fundo de previdência privada , Mapfre Corporate Multimercado Plus, voltado para investidores com perfil moderadamente agressivo, que permite a alocação da carteira em ações em até 49% do patrimônio.

   
HSBC cresce 15% e previdência tem ganho menor

O lucro líquido da HSBC Seguros S/A, seguradora do conglomerado HSBC no Brasil, atingiu R$ 206,1 milhões em 2007 e cresceu 14,9% em relação ao ano anterior.

   
Previdência chega a R$ 127 bi

Os planos de previdência privada aberta captaram, em 2007, R$ 28,1 bilhões, segundo a Fenaprevi. Esse volume aponta crescimento de 22,73% nos depósitos no ano - embora nesse número a federação não considere os valores sacados pelos participantes.

   
Brasilprev lança ciclo de vida empresarial

A Brasilprev lança os fundos com conceito Ciclo de Vida para planos empresariais. Populares nos Estados Unidos, Chile e em diversos países da Europa, esses fundos – que mesclam renda fixa e ações e são conhecidos nos EUA como lifecycle ou life time funds – têm como principal característica o ajuste da alocação entre renda fixa e renda variável ao longo do tempo, de acordo com o ciclo de vida do cliente.

   
Chega de Injustiça na Previdência

Brian Nicholson, jornalista e economista inglês
Brian Nicholson, jornalista e economista inglês, autor do livro “A Previdência Injusta – Como o fim dos privilégios vai mudar o Brasil”, fez uma palestra em encontro realizado pela Amcham-São Paulo (Câmara Americana de Comércio) no dia 22 de janeiro. O evento também contou com as participações de José Cechin, diretor do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar e ex-Ministro da Previdência e Assistência Social, José Roberto Marmo Loureiro, presidente da MetLife Brasil e do moderador Marcelo Resende Allain, do Barclays.

   
Previdência em movimento
Do patrimônio total de R$ 121 bilhões aplicados em planos de previdência abertos, segundo a Federação Nacional da Previdência Privada e Vida (Fenaprevi), mais de R$ 1,5 bilhão mudou de instituição entre abril de 2006 e outubro de 2007. Em número de transferências, foram quase 40 mil no período. Só para ilustrar, de janeiro a outubro, o setor registrou 600 mil novos aplicadores.
   
Previdência complementar, rumo ao R$ 1 trilhão
Neste ano, a previdência complementar brasileira atingiu um marco importantíssimo para sua história: foi alcançada a marca de meio trilhão de reais em reservas. No Brasil, este patrimônio é administrado pelas Entidades Abertas de Previdência Complementar (EAPC), que são os bancos e seguradoras, e pelas Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPC), os fundos de pensão.
Estas reservas vêm crescendo a índices expressivos.
   
Aposentadoria variável

De julho a outubro, os planos de previdência aberta conservadores - renda fixa e DI - perderam quase R$ 700 milhões por terem sofrido mais saques do que depósitos. São agora os fundos de previdência mais agressivos - balanceados e multimercados - que dão o tom das captações no setor.

   
Sul América lança previdência com Fenacor

Carlos Alberto Trindade, da Sul América

A SulAmérica acaba de lançar, em parceria com a Fenacor, o FenacorPrev. Trata-se de um plano de previdência complementar que inclui benefícios e condições especiais exclusivas para o corretor de seguros.  Em nota a direção da empresa informa que o produto, de abrangência nacional e sem taxa de carregamento, o FenacorPrev oferece taxas de administração mais competitivas e diferentes opções de investimentos, seja em renda fixa ou em ações.

   
Encontro Nacional Fenaprevi

Antonio Cássio Santos, presidente da Fenaprevi

A Federação Nacional de Previdência Privada e Vida – Fenaprevi realiza o I Encontro Nacional Fenaprevi, de 07 a 11 de novembro. O evento acontecerá no Hotel Praia do Forte Eco Resort & Thalasso Spa, na Bahia, e deverá reunir as lideranças dos setores de previdência privada e vida, bem como autoridades e jornalistas, para debater questões comuns e traçarem estratégias para o futuro.

   
Vendas do VGBL subiram 38%
Dados da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi) indicam que o mercado de previdência complementar aberta faturou, no primeiro semestre, R$ 12,4 bilhões, o que representou um crescimento de 26% na comparação com igual período do ano anterior.
   
Planos da Unibanco AIG investem em ações do ISE
A Unibanco AIG lançou ontem o primeiro plano de previdência do mercado em que os 49% da carteira dedicados à renda variável serão aplicados exclusivamente em ações que compõem o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE).
   
Planos corporativos têm alta de 32%

Rossi, presidente da Bradesco Vida e Previdência

Para não perder executivos talentosos e mão-de-obra especializada para a concorrência, é cada vez maior o número de empresas de médio porte que oferece planos de previdência privada a seus funcionários, benefício até recentemente tido como privilégio das grandes corporações. 

   
Investidor demanda ativos de maior risco

Eduardo Bom Angelo, presidente da Brasilprev

Enquanto o Banco Central (BC) testa o comportamento dos indicadores econômicos a partir do estabelecimento de uma taxa básica de juros historicamente baixa, os investidores dos planos de previdência também experimentam terreno novo: o dos investimentos mais arriscados, com alocação de recursos que privilegia os ativos da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). 

   
OABPrev SP atingiu mais de 5 mil participantes

A Mongeral e a Icatu Hartford comemoram o sucesso do OABPrev SP, plano instituído dos 250 mil advogados do estado de São Paulo, que em um ano ultrapassou a marca de 5 mil participantes. 

   
Reservas da Previdência chegam a R$ 99,487 bilhões

De acordo com a Fenaprev, as reservas técnicas do setor de previdência complementar chegaram a R$ 99,487 bilhões até fevereiro de 2007, um crescimento de 24,78% na comparação com o mesmo período do ano anterior, quando esse indicador atingiu R$ 79,7 bilhões.

   
Mercado une estratégia de vida à previdência privada

Antonio Cássio Santos, presidente da Mapfre

A criação da Federação Nacional da Previdência Privada e Vida (Fenaprevi) levou a instituição, que sucedeu à Anapp, a incorporar estudos e pleitos do mercado a respeito das apólices de vida em geral. No mundo todo, pensa-se em planos para pessoas de maneira única, separados apenas dos riscos elementares (carro, casa e demais bens), explica Antonio Cássio dos Santos, presidente da Mapfre Seguros e da Fenaprevi.

   
Bradesco Vida e Previdência cresce 32% no semestre
Empresa registrou aumento na participação no setor de previdência de 3,1 pontos percentuais - de 34,2% para 37,3%, em comparação ao mesmo período de 2005.
   
Captação da previdência privada cresce 85%

No primeiro semestre deste ano, os fundos de previdência privada registraram captação líquida de R$ 4,2 bilhões, aumento de 85,65% em relação aos R$ 2,3 bilhões líquidos que entraram nos planos de previdência nos seis primeiros meses de 2005, segundo dados do site Fortuna. (Valor Econômico/No destaque, Eduardo Bom Angelo, presidente da BrasilPrev)

   
Fundos de pensão sem garantias
A liquidação antecipada do Aerus teria minimizado as perdas.
   
VGBL captou R$ 5,2 bilhões até maio
Captação de VGBL cresce 52% até maio e chega a R$ 5,2 bilhões - Participação do produto já perfaz 63% do total de volume de novos depósitos, que alcançou R$ 8,2 bilhões nos 5 primeiros meses do ano. (No destaque, Osvaldo do Nascimento, presidente da Anapp)
   
Voltar Topo Indicar a um amigo Imprimir
 

Agência Seg-News

Avenida Santa Inês, 808 - Sala 01 - São Paulo/SP - CEP 02414-001
Tel (011) 2935-9909
Cel. 98019-4838 (Ivanildo J. M. Sousa)

E-mail:agenciasegnews@agenciasegnews.com.br
twitter.com/agenciasegnews

twitter.com/Prevenildo

 

  Nipotech